Estudantes negros e pobres param avenida em SP

Cerca de 600 estudantes negros e pobres da Educafro, rede de 184 cursinhos de pré-vestibular comunitários em São Paulo, bloquearam, na noite desta sexta-feira, a Avenida 23 de Maio, que faz parte do Corredor Norte-Sul, na região central de São Paulo. De acordo com o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), os manifestantes, que protestam contra o racismo, se reuniram no Vale do Anhangabaú, por volta das 18h30, e meia hora depois invadiram a avenida. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os motoristas que seguem pela avenida, rumo a Santana, enfrentam cerca de cinco quilômetros de congestionamento. Já no sentido aeroporto, a lentidão é de cerca de três quilômetros.

Agencia Estado,

12 de maio de 2006 | 19h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.