Estudantes deixam pacificamente prédio da Unifesp em Guarulhos

Policiais foram ao local para cumprir mandado de reintegração de posse expedido na segunda-feira

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

24 de outubro de 2007 | 04h40

O grupo de estudantes que ocupava há uma semana o campus Guarulhos da Universidade Federal de São Paulo deixou o local pacificamente na madrugada desta quarta-feira, 24. Por volta das 2h30, cerca de 130 policiais militares do 03º Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque), com o auxílio de policiais do 44º Batalhão, foram ao local para cumprir mandado de reintegração de posse expedido pela juíza Adriana de Zanetti, da 2ª Vara Federal do município. Meia hora depois, temendo uma ação enérgica da PM, os cerca de 50 estudantes que estavam no prédio desocuparam antes que os policiais os retirassem, levando colchões e outros pertences. A invasão ocorrida na semana passada foi um protesto contra o programa do governo federal de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais, o Reuni. Cerca de 400 universitários ficaram sem aula desde o início da ocupação. No dia da invasão, os estudantes afirmaram que, em reunião do Conselho Universitário, que trataria da adesão ao Reuni, 20 alunos foram agredidos por seguranças ao tentar participar da sessão. Após o confronto, alunos e seguranças - que também teriam ficado feridos no confronto, segundo nota da Unifesp - lavraram boletins de ocorrência no 16º Distrito Policial, da Vila Clementino, na zona sul de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Unifespocupaçãoalunos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.