Portal 163.com
Portal 163.com

Estudantes chineses injetam soro na veia em preparação para o vestibular

Especialistas afirmam que injeções são desnecessárias e podem trazer danos à saúde

AFP e Estadão.edu,

08 Maio 2012 | 12h07

PEQUIM - Estudantes da região central da China recorreram a soro por via intravenosa em sala de aula como mais um auxílio na preparação para os exames de ingresso às faculdades do país.

 

Fotos que mostram alunos da escola Xiaogang, localizada na província de Hubei, sob inúmeras bolsas de soro penduradas na sala de aula estão circulando pela web e provocando fortes reações. "A medicação intravenosa usada pelo grupo de estudantes não mostra que eles estão doentes, mas sim que sociedade está", disse um internauta no microblog chinês Sina Weibo.

 

De acordo com o porta-voz da escola Gao Pingqiang, a injeção que contém em sua composição aminoácidos tornou-se popular entre os estudantes, pois não tem efeitos nocivos para a saúde e ajuda os alunos a relaxarem. "A escola não irá suspender a injeção e continuaremos administrando-a se os estudantes quiserem", disse ao jornal China Daily.

 

Outro funcionário da escola declarou que o soro melhorou a condição física dos alunos e aumentou seus níveis de energia. Especialistas acreditam que, além de desnecessárias, as injeções podem trazer infecções aos alunos. Segundo o China Daily, o governo chinês está investigando o caso. 

Mais conteúdo sobre:
ChinaVestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.