Estudantes californianos suspensos por causa de website

Um estudante do ensino fundamental enfrentou a expulsão depois de, supostamente, ter postado ameaças explícitas a uma colega de classe no site MySpace.com, e 20 de seus colegas foram suspensos por terem visto a páginas, segundo autoridades da escola. A polícia está investigando os comentários do garoto sobre sua colega na TeWinkle Middle School como possível crime de ódio, e o distrito está tentando expulsá-lo. De acordo com os pais de três estudantes suspensos, o convite para se juntar ao grupo do garoto no site MySpace não dava nenhuma indicação da suposta ameaça. Eles disseram que o nome do grupo era "Eu odeio (nome da garota)", e incluía referências anti-semitas. Uma das últimas mensagens para os membros do grupo remetia para um diretório virtual sem descrição que incluía uma mensagem que supostamente dizia: "Quem aqui neste grupo quer pegar uma espingarda e atacá-la na cabeça umas mil vezes?" Porém, como o criador da mensagem pode mudar seu conteúdo a qualquer hora, não está claro o quanto os estudantes viram. "Estamos preocupados com o que os estudantes conseguem com o uso da tecnologia", disse Bob Metz, superintendente-assistente da escola secundária do distrito.Metz disse que a suspensão dos alunos na metade de fevereiro foi apropriada, pois o incidente envolveu a segurança da estudante. Alguns pais, porém, discutem se a escola não passou dos limites quando puniu os estudantes por ações que aconteceram em seus computadores pessoais, em casa e depois do período escolar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.