Leonardo Augusto / Estadão
Leonardo Augusto / Estadão

Estudantes aprovam mudança nas datas das provas do Enem

Este ano, provas serão aplicadas em dois domingos

Leonardo Augusto, Lauriberto Carneiro Braga e Priscila Mengue, Especial para O Estado de São Paulo

05 Novembro 2017 | 13h05

A mudança na organização do Enem, que agora tem as provas distribuídas em dois domingos (neste e no próximo, 12), em vez de ao longo de um fim de semana, foi comemorada pela maioria dos estudantes ouvidos pelo Estado.

É o caso da aspirante ao curso de Gastronomia Carolina Ferreira, de 17 anos, que prestou a prova em São Paulo. "Ano passado foi muito difícil, não dava para dormir direito. Assim fica mais relaxado", argumenta.

As irmãs Tayanara Tayane, de 24 anos, e  Taylana Tayamara, 22, de Belo Horizonte, afirmam que, assim, têm mais tempo para estudar. "É uma semana a mais para a gente ver as matérias", diz Tayanara. "Fica menos corrido", afirma Tayalana.

As duas fazem provas no campus da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), no bairro Coração Eucarístico. Tayanara quer usar o Enem para tentar uma vaga para o curso de Direito Internacional, em uma universidade de Portugal. Tayalana faz pedagogia e quer usar o teste para conseguir uma bolsa integral. As irmãs já fizeram o Enem em anos anteriores.

O mineiro Gabriel Menicucci, de 20 anos, pretende usar o Enem para entrar na faculdade. Ainda sem saber o curso, ele acredita que será na área de Humanas. O estudante também aprovou a mudança nas datas. "É melhor que um dia atrás do outro", avalia.

Em Fortaleza, o estudante João Francisco Lopes, de 16 anos, considera que a mudança foi positiva. "Mexe com o nosso psicológico e favorece para que a gente não tenha tanto nervosismo", destacou. Ele faz o Enem pela primeira vez e quer cursar Biologia. Para a redação, ele aposta no tema “Legalização das drogas”.

O cearense Caio Oliveira, de 19 anos, faz o Enem pela terceira vez e elogia as mudanças na aplicação do exame. "Agora em dois domingos será menos cansativo que em dois dias seguidos", disse. Buscando uma vaga em um curso de Direito, ele aposta que o tema da redação será “A influência das redes sociais”.

De acordo com a organização do Enem, "com a nova regra, os estudantes sabatistas, que guardam os sábados por convicção religiosa, não serão mais prejudicados. Antes, esses candidatos tinham que se apresentar no mesmo horário dos demais, aguardando em salas específicas até o sol se pôr no sábado, realizando as provas do primeiro dia no período noturno".

Hoje, 5, no primeiro dia de provas, os alunos farão testes de Linguagens, Ciências Humanas e a redação, com tempo de duração de 5h30. No próximo domingo, 12, serão aplicadas provas de Matemática e Ciências da Natureza, com prazo menor, de 4h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.