Estudantes alemães sofrem com estresse escolar

A carga de estudos está pesando na cabeça dos adolescentes alemães, segundo uma pesquisa realizada pelo Ministério da Educação e da Ciência daquele país. Pelo menos 10% dos estudantes de 14 anos têm dores de cabeça uma vez por semana, revelou o estudo, que envolveu 5,6 mil famílias com crianças entre 7 e 14 anos.A freqüência das dores aumenta entre os alunos mais velhos, conforme a psicóloga Birgit Kroener-Herwig, da universidade de Goting, que conduziu o estudo. "Os alunos com uma carga escolar alta são mais propensos a sofrer estas dores", disse ela à agência alemã DPA, lembrando que os exercícios físicos podem reduzir o problema.Conforme a DPA, até 2006 serão feitas mais três pesquisas semelhantes para observar a evolução dos estudantes.

Agencia Estado,

26 de outubro de 2004 | 11h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.