Estudantes acertam menos da metade da prova do Enem

Se o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) fosse uma prova comum, os participantes de 2006 estariam reprovados na parte objetiva e passariam, com nota mínima, na prova de redação. Na parte objetiva, os alunos que fizeram a prova de 2006 receberam nota média de 36,90 pontos, numa escala de zero a 100. Na parte de redação, a nota média foi de 52,08. Em relação aos dois últimos anos, a nota do Enem caiu, no que diz respeito à parte objetiva. Em 2005, a nota média foi de 39,41 pontos na parte objetiva, e em 2004, 45,58 pontos.Os participantes que fizeram o ensino médio exclusivamente em escola particular se saíram melhor, e teriam conseguido passar - na risca - se o Enem fosse uma prova comum: ficaram com média de 50,57 na parte objetiva e 59,77 na redação.O Enem registrou recorde de participação em 2006: cerca de 2,7 milhões de estudantes fizeram a prova, de um total de 3,7 milhões de inscritos. O porcentual de comparecimento foi alto: 74,89% do total. A prova foi realizada no dia 27 de agosto do ano passado.Fizeram o exame os alunos que concluíram o ensino médio no ano passado e também os egressos, ou seja, os que já haviam concluído o ensino médio em anos anteriores. A prova do Enem é um dos critérios que permitem a estudantes de baixa renda se inscrever no Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudo integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas.Texto atualizado às 17h13, com correção das notas obtidas em anos anteriores

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2007 | 14h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.