Estudante rasga bandeira do Rio em protesto

Quinhentos estudantes participaram nesta quinta-feira de protesto contra acordo firmado entre o governo do Estado do Rio e a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor) para a manutenção do passe livre nas linhas intermunicipais. O presidente da União Estadual dos Estudantes (UEE), Alexandre Costa, alega que o movimento estudantil foi excluído da negociação.Um homem, identificado como Alan Fritsh foi detido. Ele evitou a prisão de um estudante que rasgou a bandeira do Estado do Rio localizada à frente da Assembléia Legislativa do RJ (Alerj).O protesto causou engarrafamento em ruas do centro e terminou em pancadaria entre estudantes e policiais militares, quando os primeiros tentaram entrar no prédio da Alerj.As manifestações de estudantes pelo passe livre, seguidas de tumultos, são freqüentes. No fim de maio, mais de 2 mil jovens tumultuaram o trânsito em diversos pontos da cidade ao realizarem duas passeatas, no mesmo dia, na Avenida Rio Branco, uma das principais do centro do Rio.Na ocasião, eles protestavam contra a disposição da Fetranspor, com base em decisão judicial, de cobrar a passagem de estudantes em viagens intermunicipais. No fim do ato, três estudantes foram presos pela PM e levados para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. Um dos jovens portava uma faca.

Agencia Estado,

03 de junho de 2004 | 23h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.