'Estado' lança projeto de educação

Caderno mensal e conteúdo na web tratam de formação, vida universitária e carreiras de maneira ampla

29 de abril de 2009 | 11h21

O Grupo Estado lança nesta quinta, dia 30, o projeto .edu, uma iniciativa editorial multimídia totalmente voltada para a educação, ampliando ainda mais a sua cobertura da área. A estreia será com o caderno mensal .edu, que circulará na edição desta quinta-feira dos jornais O Estado de S. Paulo e Jornal da Tarde. O projeto, que vem sendo desenvolvido desde o início do ano, compreende também um site e dossiês na editoria Vida&.

 

Na edição de lançamento, a matéria de capa trata das oportunidades abertas para estudantes e profissionais já formados pela economia verde. No cardápio ainda, reportagens de serviço, comportamento, artigos, debates e enquetes.

 

Mais do que isso, porém, o objetivo do Estadão.edu é estimular estudantes e profissionais em início de carreira a perceber oportunidades e encarar desafios. Como lembra em artigo o cientista brasileiro Alysson Muotri, pesquisador da Universidade da Califórnia, "eles fazem parte da geração que será responsável pelas grandes descobertas científicas, principalmente na área de células-tronco e medicina regenerativa".

 

Com o Estadão.edu, o Grupo Estado amplia o leque de produtos de educação, área considerada prioritária na sua produção jornalística. Nas edições impressas diárias, o carro chefe do investimento no setor é a editoria Vida&, que inovou na imprensa brasileira ao reservar espaço fixo para educação. A iniciativa lhe valeu o Prêmio Ayrton Senna - Destaque Educação, concedido pela Fundação Ayrton Senna em 2008 para a melhor cobertura entre todos os veículos.

 

Este ano, Vida& ampliou o sua atuação. Tem publicado dossiês e cadernos especiais sobre temas relevantes da área, como a divulgação do desempenho das escolas públicas paulistas no Idesp, índice do governo do Estado que orientou o pagamento de bônus aos professores, e, na edição de hoje, o desempenho das escolas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

A internet é o item que completa o portfólio de produtos de educação do Grupo Estado. O conteúdo de Vida& já é um dos destaques do portal do Estadão, ao lado de blogs de jornalistas especializados, como Renata Cafardo e David Moisés.

 

DEBATE

O Estadão.edu também terá espaço privilegiado na web. A partir de amanhã, além das matérias do suplemento mensal, os internautas terão acesso a conteúdos exclusivos. Entre eles, a íntegra de um debate realizado no estúdio da TV Estadão com estudantes de Direito sobre o perfil da formação oferecida pelos cursos. O internauta poderá votar na argumentação que lhe parecer mais convincente.

 

Também exclusiva do portal é uma entrevista na qual o secretário estadual da Educação, Paulo Renato Souza, critica a proposta do governo federal de transformar o Enem em vestibular nacional. O secretário fez ainda reflexão sobre formação profissional. Para ele, estudantes devem optar por áreas que lhes deem uma base abrangente.

Tudo o que sabemos sobre:
PontoEdueducação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.