Estado investe R$ 40 milhões na construção de creches na capital

Somado ao investimento feito no fim do ano passado, o investimento beneficiará 8 mil crianças

Estadão.edu,

11 Julho 2012 | 14h59

O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta quarta-feira, 11, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, a ampliação do programa Creche Escola na capital. O Governo do Estado firmou convênio com a Prefeitura de São Paulo que prevê investimento de R$ 40 milhões para a construção de 20 Centros de Educação Infantil que beneficiarão cerca de 4 mil crianças.

"É a primeira vez na história de São Paulo que o governo libera dinheiro para creche, para crianças de 0 a 3 anos", disse  o governador de São Paulo. "Isso é responsabilidade da prefeitura e o Estado começa a interferir com a criança de 6 anos, que é o Ensino Fundamental."

Em novembro de 2011 um convênio já havia destinado R$ 40 milhões para a implantação de 22 centros que beneficiaram mais 4 mil crianças. Com a ampliação anunciada , o governo do Estado chega ao investimento de R$ 80 milhões para construção de 42 creches na capital paulista, disponibilizando 8 mil vagas para crianças. A previsão é que até 2014 sejam construídas mil creches, com investimento de cerca de R$ 1 bilhão.

As novas unidades na capital serão implantadas nos distritos de Cangaíba, Capão Redondo, Campo Limpo, Cidade Tiradentes, Cidade Líder, Freguesia do Ó, dois no Grajaú, dois no Jaraguá, Itaim Paulista, Itaquera, dois no Jardim Ângela, Jardim São Luís, São Mateus, dois em São Rafael, Tremembé e Vila Curuçá.

O secretário estadual da Educação, Herman Voorwald, ressaltou a importância da educação básica de qualidade. "Em um país tão heterogêneo como o Brasil, com tanta desigualdade social, o caminho é a educação", diz Voorwald. "Pretendemos ter na educação básica a excelência reconhecida internacionalmente que temos na educação superior com a USP, Unesp e Unicamp".

Mais conteúdo sobre:
Governo estadual creches educação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.