Marcos Fernandes/AE
Marcos Fernandes/AE

‘Estado’ é premiado por revelação de fraude no Enem

Reportagem de Renata Cafardo e Sergio Pompeu publicada há um ano venceu o Prêmio Ayrton Senna na categoria Jornal

Karina Toledo, O Estado de S. Paulo

30 Setembro 2010 | 09h41

A reportagem Prova do Enem vaza e ministério anuncia cancelamento do exame, publicada no Estado em 1.º de outubro de 2009 e assinada pelos jornalistas Renata Cafardo e Sergio Pompeu, foi a vencedora da 10.ª edição do Grande Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo na categoria Jornal. O evento foi realizado ontem no Auditório do Ibirapuera e representa o ponto alto das comemorações dos 50 anos do piloto, celebrados em março.

 

Na categoria Revista a vencedora foi a jornalista Ana Aranha, da Época, com a reportagem O que os números não mostram. Na categoria Internet, incluída pela primeira vez, venceu Gabriela Romeu, da Folha Online, com a matéria Mapa do brincar.

 

Alfredo Singh, da TV Morena, venceu na categoria Televisão com a série de reportagens Educação. O vencedor da categoria Rádio foi Everton Barbosa, da CBN Maringá, com a série Aldeia urbana – O caminho para a universidade.

 

A revista Nova Escola recebeu o prêmio Destaque Educação, que homenageia o veículo que em 2008 e 2009 tenha assumido uma postura efetiva em favor da educação. Na edição anterior, a equipe do Estado foi homenageada nessa categoria.

 

A festa de premiação contou com a apresentação dos músicos Lenine, Fernanda Takai, Sandy, Elba Ramalho, Família Lima e Robson Miguel. A presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, pediu à imprensa “que use sua enorme força para fazer com que a população brasileira sinta um incômodo e se mova para mudar” a situação da educação no País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.