ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

Estado de SP planeja doar áreas de 34 escolas para creches

A divulgação da iniciativa foi feita pelo secretário estadual José Renato Nalini, em um evento organizado pela Prefeitura para lançar o Programa Nossa Creche

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

27 Março 2017 | 23h20

O governo do Estado estuda a doação de ao menos parte do terreno de 34 escolas estaduais localizadas na cidade de São Paulo para que a Prefeitura construa creches. Os detalhes devem ser definidos em uma reunião ainda nesta semana entre os secretários estadual (José Renato Nalini) e municipal da Educação (Alexandre Schneider). 

A divulgação da iniciativa foi feita por Nalini, na noite desta segunda-feira, 27, na recepção do Teatro Municipal, em um evento organizado pela Prefeitura para lançar o Programa Nossa Creche, que prevê a coleta de doações da sociedade, por meio de repasses do Imposto de Renda, para arrecadar fundos para a operação de creches. Ao preencher a declaração deste ano, os cidadãos no formulário Pessoa Física têm a opção de destinar até 6% do imposto a pagar para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fumcad). Pessoas Jurídicas podem transferir até 1%.

O evento teve presença dos presidentes do Itaú, do Bradesco, do Santander, da Caixa e da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), entidades que haviam, em janeiro, se comprometido a ajudar, com doações de imóveis, a reduzir a fila das creches (hoje de 65 mil crianças). A ideia se transformou na doação de ao menos R$ 10 milhões do setor, conforme disse Sérgio Rial, presidente do Santander. Entidades do setor privado já doaram 25 imóveis, segundo o prefeito João Doria (PSDB). 

A meta é arrecadar R$ 150 milhões para custeio das creches neste ano. A Prefeitura pretender também investir R$ 120 milhões na construção de unidades até dezembro. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.