ESPM vai criar curso de Jornalismo

ESPM vai criar curso de Jornalismo

Curso já foi autorizado pelo Ministério da Educação

Paulo Saldaña, Especial para o Estadão.edu

09 Abril 2010 | 19h16

A Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) vai passar a oferecer o curso de bacharelado em Jornalismo. A instituição já teve, inclusive, autorização do Ministério da Educação (MEC) para oferecer a graduação. A portaria foi divulgada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União

 

 

Uma das escolas de comunicação mais conceituadas do País, a ESPM nunca ofereceu a habilitação em Jornalismo. A iniciativa vai na contramão dos atuais questionamentos em relação ao status do bacharelado. No ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o diploma já não é mais imprescindível para o exercício da profissão. Muitos vestibulandos chegaram a desistir da carreira e instituições, como a Faculdades de Campinas (Facamp), deixaram de oferecer o curso.

 

 

Segundo o diretor nacional de graduação da instituição, Alexandre Gracioso, foi exatamente a decisão do STF um dos fatores que motivaram a criação. "Como não é mais necessário o diploma para jornalista, com também não é para o publicitário, nossa visão é que a instituição que oferecer um curso diferenciado, com excelência, irá se destacar", declarou.

 

 

A ESPM vai oferecer 50 vagas anuais, no período diurno. O curso será ministrado no campus da Vila Mariana, em São Paulo. Ainda não há detalhes sobre quando será o vestibular.

 

Mais conteúdo sobre:
pontoedu ensino superior diploma jornalismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.