Estadão
Estadão

ESPM passa a aceitar notas do Enem no processo de seleção

Instituição privada reservará 10% das vagas do curso de graduação para candidatos que fizeram o exame; mudança visa a inclusão

O Estado de S.Paulo

21 Setembro 2016 | 14h44

SÃO PAULO - A ESPM, centro de ensino de comunicação, marketing e gestão, passará, a partir deste semestre, a incluir a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no processo seletivo para todos os cursos de graduação. A instituição informou que 10% das vagas de cada curso serão destinadas a candidatos que obtiverem a pontuação mínima exigida nas provas do exame, média geral mínima de 580 pontos e nota mínimo de 650 pontos na redação.

O centro declarou que a mudança visa a inclusão e a diversificar o processo de ingresso dos alunos. De acordo com Alexandre Gracioso, vice-presidente acadêmico da ESPM, isso viabiliza a participação de estudantes oriundos de todos os Estados do País. 

O prazo para inscrição no processo seletivo da ESPM, em São Paulo e no Rio de Janeiro, com base na nota do Enem vai até 25 de outubro. Valerão as notas obtidas entre os anos de 2009 e 2015. O regulamento está disponível no site www.espm.br/vestibular.  

A instituição privada foi fundada em 1951 com o nome de Escola de Propaganda do Masp e se expandiu desde então. A ESPM se intitula um centro de excelência, que mais recentemente passou a contar com cursos de administração, design, relações internacionais, jornalismo, cinema e ciências sociais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.