Especialista inglesa analisa escola pública brasileira

A pedido do Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial, Jane Wreford, da Comissão de Auditoria da Inglaterra, passou um mês visitando escolas públicas na Grande São Paulo em 2002. Durante esse período, Jane se deparou com a falta de preparo do professor da rede públicapara atrair a atenção dos alunos, conheceu a burocracia estatal que prejudica a consolidação do sistema de ensino e a insuficiência dos materiaisdidáticos. Surpreendeu-se, porém, com uma escola-modelo em Itaquaquecetuba e com a merenda escolar. Leia um resumo de suas impressões, que foram publicadas nos ?Braudel Papers? e no jornal O Estado de S.Paulo deste domingo.Veja os principais pontos da análise:PRIMEIRA IMPRESSÃO APRENDIZAGEM MATERIAIS DIDÁTICOS ORGANIZAÇÃO DAS ESCOLAS SUPERVISÃO ESCOLAR MERENDA RECURSOS FINANCEIROS FUTUROLeia também: Itaquaquecetuba tem escola exemplar Um ensino que tem muito a aprenderJane WrefordJane Wreford dirige a inspeção das autoridades escolares locais para a Comissão de Auditoria da Inglaterra

Agencia Estado,

12 de abril de 2003 | 23h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.