Escritora Paula Fábrio indica seus três livros prediletos

Ganhadora do Prêmio São Paulo 2013, ela diz que obras não faltam em sua estante na seção 'Minha Biblioteca' do caderno Estadão.edu

Estadão.edu,

25 Março 2014 | 03h00

1. Três contos, de Flaubert

"Traz uma das mais deliciosas histórias do autor - Um coração simples -, que narra a trajetória de uma empregada doméstica. Com estilo primoroso e uso da palavra exata, o conto tem uma virada fundamental para a literatura, pois o centro da narrativa é uma personagem do povo."

2. Brasil: Mito fundador e sociedade autoritária, de Marilena Chauí

"É essencial pela capacidade de análise histórica. Desconstrói mitos aprendidos na escola, como as cores da bandeira e do caráter pacífico do povo. É obrigatório ler, para entender melhor o País e a si mesmo."

3. Felicidade clandestina, de Clarice Lispector

"É o ápice da produção de contos da escritora, tanto em construção das narrativas como na intensidade. As histórias tratam dessa felicidade, que só se consegue escondida, quase sem querer. Em A mensagem, a complexidade se dá pela sutileza."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.