Escritor Laurentino Gomes indica seus três livros prediletos

Autor de '1808' conta que obras não faltam em sua estante na seção 'Minha Biblioteca' do caderno Estadão.edu

Estadão.edu,

06 de maio de 2014 | 03h00

1. Sagarana, de Guimarães Rosa

É o mais talentoso e inovador dos escritores da língua portuguesa. Já reli Sagarana inúmeras vezes. É um livro de contos e o meu preferido é O Burrinho Pedrês, que narra a saga e os pensamentos de um velho e experiente animal durante uma temporada chuvosa em uma fazenda do interior de Minas Gerais. Emocionante!

2. Getúlio, de Lira Neto

É um desafio histórico e literário capaz de assustar até o mais experiente dos escritores, com 2 mil páginas divididas em três volumes. Li com encantamento os dois primeiros e espero o terceiro, que ainda será lançado. O Getúlio que emerge das páginas é encantador, frágil e contraditório, repleto de virtudes e dificuldades.

3. As barbas do imperador, de Lilia Moritz Schwarcz

É um estudo detalhado da imagem que se construiu de d. Pedro II. Atenta à simbologia do poder contida nas iconografias, nos hinos e bandeiras, nos rituais e até nas barbas do imperador, a autora descreve com maestria o esforço de transformação durante o século 19 da antiga colônia em um país que precisava ser levado a sério.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.