Escolas estrangeiras vêm ao Brasil em busca de alunos

Caminhar sobre a Tower Bridge, a ponte mais famosa de Londres, observar as águas que fluem e os barcos que navegam com turistas pelo Rio Tâmisa, contemplar a arquitetura do Parlamento. Nesses passeios, quem observar algo que não sabe como se pronuncia em inglês, pode tirar dúvidas na hora, pois um professor o acompanha. Essa é uma das várias modalidades dos cursos oferecidos pelo London Institute, formado por cinco escolas de moda, design e artes mais o centro de inglês.Nesse modelo de curso, chamado General English, há aulas em classe pela manhã e passeios à tarde. Nos últimos tempos, a escola britânica de idiomas vem investindo na criação de cursos específicos à carreira de quem procura o idioma. ?As necessidades profissionais estão demandando várias mudanças e novas formas de ensino de idiomas no Reino Unido?, explica Elaine Smith, diretora do Centro de Línguas do London Institute.Conselheiros de carreira e headhunters não se cansam de dizer que experiência internacional no currículo é pré-requisito para um bom emprego. As escolas estrangeiras também apostam nisso e vêm ao Brasil captar talentos brasileiros.Predomínio britânicoO Reino Unido ? formado pela Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte ? é o País que está trazendo o maior número de instituições de ensino para a Expobelta, feira internacional de educação e cultura que passa por São Paulo e Rio de Janeiro neste início de março. Serão oito instituições, além do British Council (órgão de educação e cultura) e do Visit Britain, órgão do turismo britânico.O London Institute preparou várias atrações para mostrar aos brasileiros o porquê de sua reputação nas áreas de moda e artes em geral. Trará uma apresentação especial de maquiagem e figurino. Será um make up show onde os visitantes da feira poderão conferir a performance dos profissionais do instituto.MaquiagemO curso de maquiagem e figurino é um dos oferecidos pelo London Institute e as pessoas que irão fazer a apresentação fazem parte da equipe de professores. E não é apenas maquiagem feminina de beleza. Serão utilizadas modelos e a apresentação, que terá uma hora e meia de duração, vai se dividir em três partes: maquiagem e figurino para desfiles; caracterização de personagens e efeitos especiais.No caso dos desfiles, serão feitas maquiagens tradicionais e de vanguarda baseadas nos desfiles de moda de Londres. Para as caracterizações de personagens, as modelos usarão figurinos de época e a maquiagem vai retratar os costumes e a cultura de períodos históricos baseados também em filmes e seriados.TrabalhoA Expobelta trará também oportunidades de estudo e trabalho temporário nos EUA, com visto que permite ao estudante trabalhar legalmente por até 11 meses. Segundo os organizadores, a empresa Experimento terá neste ano 500 vagas no programa H2B, para jovens entre 18 e 29 anos, levando-os para trabalhar em parques de diversão e hotéis, com salários a partir de US$ 6,00 por hora.O Student Travel Bureau (STB) leva à feira - com descontos de até 20% - cursos de inglês no Canadá, que estão recebendo 25% dos jovens brasileiros em viagem de estudos no exterior. Outros programas são os da Bex, World Study, entre outras, como o Work & Travel ? trabalho e diversão nas férias ?, o Au Pair nos EUA ? exclusivo para mulheres -, e o Trainee.Outros cursosA CP-4 anunciará na feira cursos de Arquitetura, Artes Visuais e Fotografia, Teatro e Música para jovens entre 16 e 19 anos, durante as férias de julho. Estas experiências podem ser em Londres, Lugano e França.Além disso, haverá também oportunidades para estudantes de Direito que buscam aperfeiçoamento internacional: o Master em Direito Empresarial da Universidade Antonio de Nebrija, que conta com o patrocínio institucional e acadêmico da Landwell, e da PricewaterhouseCoopers.Expobelta São Paulo: 5 a 7 de março, na Fundação Bienal de São Paulo Rio de Janeiro: 11 de março, no Hotel Glória

Agencia Estado,

01 de março de 2004 | 13h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.