Escolas de Praia Grande recebem 980 novos alunos

O fechamento das matrículas da rede municipal de ensino de Praia Grande, no litoral sul de São Paulo, revelou que pelo menos 980 alunos eram de outras cidades. Essa é uma das conseqüências do alto crescimento demográfico da cidade, de 5,8% ao ano contra a média nacional de 1,3%. "A diferença entre esses dois índices mostra o quanto Praia Grande está crescendo", disse o prefeito Alberto Mourão (PSDB), que está preocupado com essa situação.Ao todo, foram registradas 3.414 transferências, sendo que 980 são de alunos vindos de outras cidades e 1.267 que estavam fora das escolas. Ainda não há dados, mas a Secretaria Municipal da Educação estima que a maior parte dos estudantes que não estavam matriculados em escola seja de fora. Mesmo com esse aumento da população estudantil, todos os pedidos de transferência foram atendidos.Os levantamentos indicam que 278 novos alunos vieram de outras cidades da Baixada Santista e de outras cidades litorâneas. A maior parte, porém, vem da capital: 333 alunos. Restam ainda 25 que se mudaram do ABC, 97 do interior e 142 de outros Estados. As escolas particulares perderam 123 alunos para a rede pública, que está sendo ampliada em 15 novas unidades que serão inauguradas até o final do ano.

Agencia Estado,

11 de março de 2004 | 04h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.