Escola suspende 128 alunos nos EUA

As classes da escola Morton, em Indiana, estavam mais vazias no primeiro dia de aula. Cento e vinte e oito estudantes foram mandados para casa por vestirem roupas inapropriadas.Cansada das roupas inadequadas, a diretora suspendeu os estudantes por um dia, quarta-feira, minutos aos as portas da escola terem sido abertas. Os suspensos representam mais de dez por cento do total de 1,200 estudantes.As vestes ofensivas, que inclui calças largas, camisetas cortadas, tops e camisetas com desenhos gráficos, foram banidas das classes. Estudantes também foram ounidos pelo uso de celular."Esse foi o pior ano que vi em muito tempo", afirmou a diretora, Theresa Mayerik. "Saiu de controle, e precisamos mandar uma mensagem de que não estamos de brincadeira."A escola Hammond normalmente tem 20 violações diárias do código de como se vestir. Mayerik disse que a infração será removida do livro de registro dos estudantes em 12 semanas se eles não cometerem outras violações na escola.Membros do corpo docente da escola disseram que apóiam a diretora e as suspensões em massa. "Eu apoiaria se metade da escola fosse mandada para casa, pois 99% irá entender a mensagem de que nossas escolas são para educar", afirmou a preidente do corpo docente, Rebecca Ward.

Agencia Estado,

27 de agosto de 2006 | 16h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.