Google Street View/Reprodução
Google Street View/Reprodução

Escola faz parceria com embaixada para ensinar cultura de outros países

Projeto é de colégio público em Santo André; meta é obter objetos e contar sobre costumes. Em um ano, 8 países mandaram materiais

Isabela Palhares, O Estado de S. Paulo

11 Maio 2015 | 03h00

SÃO PAULO - Para apresentar novas culturas para seus alunos, a Escola Estadual Professor Felipe Ricci de Camargo, em Santo André, montou uma parceria com embaixadas brasileiras para que enviassem objetos e contassem sobre os costumes e a vida nos países em que atuam. Somente no último ano, a instituição recebeu material de oito países, incluindo Cingapura, Espanha, Guiana Francesa, Jordânia e Suriname.

O projeto desenvolvido pela professora Ângela Carolina Mogi e pelo agente de organização escolar Ricardo de Almeida Pinto surgiu de uma conversa com os alunos. “Eles perguntavam e tinham uma curiosidade muito grande sobre a cultura e os hábitos de outros países e até mesmo de outras regiões do Brasil. Nós começamos a contar um pouco do que sabíamos, mas decidimos pedir ajuda para esses brasileiros das embaixadas, que moram em outros países”, disse Ângela.

Museu. Os consulados enviam cartas em que contam sobre a rotina dos moradores daqueles países e ainda mandam bandeiras, mapas, moedas, revistas e jornais locais. “Vamos montar uma espécie de museu com todos os objetos que já recebemos”, afirmou Ângela.

Mais conteúdo sobre:
Educação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.