<!-- eprograma -->Palavra Cantada liga mães e bebês com música

Não é um show comum. Desde que decidiram dedicar uma parte do seu trabalho aos bebês, Sandra Peres e Paulo Tatit pensaram não apenas nas músicas e seus arranjos, mas também no ambiente mais adequado para fazer suas ricas melodias chegarem aos ouvidos sensíveis dos pequenos. Assim, quem for ao Sesc Santo André (SP) neste fim de semana para o recital e lançamento do CD Meu Neném, do selo Palavra Cantada, vai encontrar almofadas, colchonetes e edredons num ambiente acolhedor como bem apreciam os nenéns, que poderão deitar, engatinhar, se arrastar e até dormir - sem que os artistas fiquem ofendidos com isso.Para os adultos, é uma chance de relaxar embalados em música de primeira qualidade, com a certeza de que estarão dando aos pimpolhos roliços uma boa dose de fortificante para a vida. Junto com Décio Gioielli, um especialista em kalimbas, Paulo e Sandra prepararam uma verdadeira experiência musical capaz de afinar a sintonia afetiva entre gestantes e bebês, pais e filhotes, avós e netinhos, cuidadores e seus pequenos senhores.Os benefícios da música - não qualquer música, claro - para o desenvolvimento da criança na barriga da mãe e na primeira infância são enormes. A voz dos pais nas cantigas suaves é uma das primeiras "traduções" do mundo que os nenéns recebem, além de ser um som familiar que dá segurança a quem precisa se adaptar a uma realidade razoavelmente hostil aqui fora. Os instrumentos acústicos envolvem esta relação, dão clima e ajudam os adultos a aceitar o ritmo dos pequenos - o que é fundamental para o desenvolvimento deles.Olho no olho?Tudo é muito singelo e delicado. Procuramos recriar o cotidiano doméstico de bebês e pais por meio da música?, afirma Sandra. Em um ambiente pequeno, o público fica em volta dos músicos, no mesmo espaço, ?olho no olho?, segundo a artista. Quem pensa que será um recital de cantigas de ninar, vai se surpreender. Apesar de terem conquistado o público com o CD Canções de Ninar (Prêmio Sharp de melhor disco infantil em 1994), Sandra e Paulo sabem brincar animadamente com instrumentos e sons.Décio Gioielli faz com sua coleção de exóticas kalimbas - muitas delas trazidas diretamente da África - uma experiência de música e imagem à parte. Esses instrumentos dão um toque ainda mais orgânico e natural ao momento, como requer a relação com os bebês. "Quando conhecemos o trabalho do Décio, ficamos fascinados. Ele morou muitos anos na África, estudou muito a kalimba e é um músico fantástico", conta Sandra. Os arranjos contam com outros instrumentos escolhidos a dedo, como o chocalho, a marimba, o violão e o bell, de som agudo, que lembra uma caixinha de música.Música para crescerEncampar um projeto como o Meu Neném requer esforço e determinação para quem está no mercado da música. Fechar o foco num público tão específico, abrindo mão - mesmo que por algumas semanas apenas - dos pais e filhos mais crescidinhos revela um compromisso da Palavra Cantada com a produção voltada ao desenvolvimento da criança. "Achamos importante oferecer músicas que ajudem os pais nesta relação delicada com os bebês", explica Paulo Tatit. "Decidimos produzir música de qualidade para crianças porque a música humaniza, e queremos que elas tenham maior possibilidade de crescer culturalmente."O público da Palavra Cantada, principalmente os pais - fãs tão entusiasmados quanto os pequenos -, identificam este compromisso com a educação. As composições têm alta densidade, trazem sempre tiradas inteligentes e críticas - algumas levam assinaturas como de Arnaldo Antunes. Com Canções Curiosas (Prêmio Sharp em 98), Sandra e Paulo cantam uma releitura do "descobrimento" do Brasil e fazem a glória dos pequenos mais preguiçosos com a faixa Criança não trabalha - também um hit das campanhas contra o trabalho infantil no País.PrêmiosA obra da dupla inclui sucessos como Sopa (CD Canções de Brincar, Prêmio Sharp em 97), que é a campeã dos "bis" em seus shows, e registra vozes de parceiros valiosos. Ruth Rocha gravou com Sandra e Paulo suas histórias infantis em Mil Pássaros. Em 2001, eles gravaram vozes e sons de crianças de vários pontos do País no CD-Livro Canções do Brasil.Não é mera impressão: Palavra Cantada levou, sim, todos os prêmios Sharp na categoria desde que lançou seu primeiro CD e ganhou respeito, tanto do público quanto de quem produz espetáculos. É referência para organizadores de festivais e seus poucos shows são disputadíssimos. Teria tudo para lançar uma estratégia massiva junto ao grande público, mas o que a platéia verá neste fim de semana em Santo André é exatamente o oposto do celebritismo: é um recital incomum, dedicado e de valor inestimável.Recital Meu Neném Sábado e domingo, às 11h00 e às 13h00 Ingressos de R$ 2,00 a R$ 5,00 Sesc Santo André Rua Tamarutaca, 302 fone 4469-1220 (clique nos títulos dos CDs para ouvir trechos de músicas e conhecer as letras)

Agencia Estado,

01 de agosto de 2003 | 21h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.