Divulgação
Divulgação

Entre 100, Brasil ficou em 19º em Olimpíada Internacional de Matemática

Equipe ganhou um ouro, uma prata, três bronzes e uma meção honrosa na competição

Estadão.edu,

16 Julho 2012 | 15h57

A equipe brasileira que disputou a Olimpíada Internacional de Matemática (IMO) de 2012 ficou na 19ª posição geral, sendo que participaram desta edição 100 países. Individualmente, os seis integrantes conquistaram um ouro, uma prata, três bronzes e uma menção honrosa.

O brasileiro que chegou ao lugar mais alto do pódio foi Rodrigo Sanches Ângelo, de 16 anos, que mora em São Paulo. Ele é estudante do 2º ano do ensino médio e pensa em prestar vestibular para matemática no ano que vem. "Eu sabia que era possível, pelo que eu estudava das provas anteriores, eu sabia que tinha o nível para conseguir, mas nao sabia como ia ser, se eu ia ficar nervoso ou se [a prova] seria mais difícil", conta.

Além do estudo regular, o aluno contou com aulas individuais específicas para ajudar na preparação para a IMO. Mas, apesar da atenção especial, a relação do jovem com as Olimpíadas da Matemática é recente. Só em 2010, quando entrou no ensino médio e mudou de escola, ficou sabendo da competição. Como sempre gostou da disciplina, o interesse nasceu e desde então já participou de outras competições internacionais, como a Romênia Masters.

"Na prática nao é muito [que muda], o que muda é o sonho, quando você começa a participar, este é o alvo", disse sobre a medalha conquistada na IMO.

Na classificação da equipe brasileira, Rodrigo foi seguido por João Lucas Camelo Sá (CE), que ganhou prata; Franco Matheus de Alencar Severo (RJ), Rafael Kazuhiro Miyazaki (SP) e Henrique Fiúza Gasparini Nascimento (DF), que ficaram com a medalha de bronze; e Maria Clara Mendes Silva (MG) que recebeu uma menção honrosa. Os estudantes foram liderados pelos professores, Luciano Castro (RJ) e Carlos Shine (SP).

Na Olimpiáda Internacional não são dadas apenas uma medalha de cada nível. Dessa forma, vários competidores podem ganhar medalha de ouro, por exemplo. A distribuição da colocação varia de acordo com um percentual de acerto que é preciso atingir.

A competição foi disputada em Mar Del Plata, na Argentina, entre os dias os dias 4 e 16 de julho. O evento reuniu 551 estudantes de todo o mundo.

*Atualizada às 19h16 do dia 17 de julho

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.