Enem tem o mais baixo índice de abstenção desde 2000

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2006 registrou a maior participação de estudantes em números absolutos desde a implantação, em 1998, e o menor índice de abstenções desde a edição de 2000. Compareceram à nona edição do exame 2.803.328 estudantes - 74,89% dos 3.743.195 inscritos. No ano passado, foram 2,2 milhões de participantes. A prova foi aplicada no domingo, dia 27 de agosto, em mais de 800 municípios.O balanço inicial de presença registrado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep/MEC) aponta que os Estados com maior comparecimento foram Amapá (85,58%) e Acre (85,50%). A ausência mais significativa ocorreu em Roraima. Lá, 35,43% deixaram de comparecer ao exame. Das 27 unidades da Federação, 22 registraram índices de falta menores em relação ao ano passado. Outras 17 tiveram o menor porcentual de ausentes das últimas cinco edições.Os participantes desta edição do Enem receberão o boletim individual de resultados no período de 6 a 17 de novembro, no endereço indicado na ficha de inscrição. A consulta ao boletim pela internet também estará disponível a partir de novembro na página eletrônica do Inep. O boletim traz notas da parte objetiva da prova e da redação. Nos dois casos, o participante recebe uma nota global e outra para cada uma das cinco competências avaliadas, sempre de zero a cem, além de receber uma comparação entre o seu desempenho e a média nacional.O Inep elaborou um quadro de apuração dos faltosos em cada Estado brasileiro, com a evolução dos índices desde 2002.

Agencia Estado,

31 de agosto de 2006 | 16h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.