Enem tem inscrição recorde de alunos

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá neste domingo a participação de 1,8 milhão de estudantes. Esse é o maior número de inscritos desde a sua criação, em 1998, quando pouco mais de 150 mil pessoas fizeram a prova. O Enem não é obrigatório e se destina a avaliar os concluintes do ensino médio público e privado de todo o País. São Paulo terá mais de 500 mil participantes. A prova começará às 13 horas, mas os estudantes devem chegar uma hora antes ao local de exame. É preciso levar o cartão de confirmação de inscrição, o documento de identidade e a folha do questionário socioeconômico já preenchida. A prova termina às 18 horas. A finalidade do Ministério da Educação (MEC) ao criar o Enem era, além de oferecer uma auto-avaliação para os alunos, servir como alternativa ou complementação do vestibular. Atualmente, 338 instituições de ensino superior utilizam total ou parcialmente a nota do exame no seu processo seletivo. Na Fuvest, ele representa cerca de 20% da nota da primeira fase. Os mais de 2 mil locais de prova no País serão divulgados nesta terça-feira. O exame tem 63 questões interdisciplinares e avalia cinco competências: domínio de linguagens, compreensão de fenômenos, enfrentamento de situações-problema, construção de argumentação e elaboração de propostas de intervenção na realidade. Além disso, há uma redação que testa as mesmas habilidades. Os participantes receberão suas notas em casa, a partir de novembro. Quem perdeu ou não recebeu seu cartão de inscrição deve ligar para 0800-616161 ou acessar o site www.inep.gov.br/enem

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.