Enem fraudado é disponibilizado para simulados pelo MEC

Ministro da Educação convidou vestibulandos a utilizarem tempo extra para estudar para prova

esatado.com.br,

01 Outubro 2009 | 20h04

Em pronunciamento em rede nacional nesta quinta-feira, 1, às 20 horas, o ministro da Educação Fernando Haddad afirmou que a prova fraudada do Enem foi disponibilizada pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Inep para ser utilizada pelos estudantes como simulado. O ministro convidou os vestibulandos a utilizarem o tempo extra para estudar para a prova. Nos links abaixo, está a prova disponibilizada pelo ministério.   Veja também:  Prova do 1° dia Prova do 2° dia Gabarito Professores recomendam estudar; tire suas dúvidas sobre Enem  Prova vaza e MEC decide cancelar o Enem  Na web, alunos lamentam e festejam cancelamento do Enem  TV Estadão: Ministro da Educação fala sobre vazamento   O ministro também afirmou que os vestibulando serão notificados pelos meios usuais da nova data da prova, que ainda não foi determinada.   A prova do Enem foi cancelada depois que O Estado de S. Paulo denunciou a tentativa de venda de uma cópia da prova por R$500 mil na quarta-feira, 30.   Segundo o ministro, fortes indícios indicavam que o material era autêntico, o que levou ao cancelamento do exame.   Ainda segunda Haddad, felizmente a fraude foi descoberta antes da realização da prova e um novo exame será realizado assim que for possível imprimir cópias da nova prova em condições reforçadas de segurança.

Mais conteúdo sobre:
Enem Fernando Haddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.