Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Enem é aplicado em todo o Brasil sem problemas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi aplicado neste domingo em todo o País sem nenhum problema, segundo o Ministério da Educação. Estavam inscritos 3,73 milhões de estudantes em 800 municípios brasileiros. A prova também foi aplicada em 151 presídios para 2.607 detentos estão inscritos.O Enem é um teste voluntário mas se tornou uma porta de entrada para quem quer concorrer a uma vaga no Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em universidades particulares de ensino, em troca de isenção de impostos oferecidos pelo governo federal. "Eu estou fazendo o Enem porque quero uma chance de entrar na faculdade paga", contou a estudante Gislene Kassine dos Santos, de 18 anos, ao deixar o Colégio Inei, em Brasília, onde prestou o exame. "Estou torcendo para conseguir uma bolsa porque senão só fazendo o vestibular tradicional na UnB (Universidade de Brasília), disse a estudante que sonha por uma vaga no curso de Pedagogia.Francisco Flávio Albuquerque, de 22 anos, também luta por uma bolsa de estudo para o curso de Administração. Ele considerou a prova "um pouco difícil" , principalmente nas questões de física e matemática.Gislene e Francisco têm em comum o fato de estudarem em escolas públicas de ensino médio. Esta é a mesma realidade da maioria dos inscritos no Enem. Segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC), responsável pela organização das provas, 90% dos inscritos (2,1 milhões de estudantes) concluem o ensino médio este ano.Desse universo, 1,9 milhão são alunos da rede pública de ensino. Aqueles que já concluíram o ensino médio também podem realizar o Enem. É o caso de André Carlos Alves de Oliveira, de 29 anos, que terminou o segundo grau há dois anos e decidiu agora tentar uma vaga na universidade. "Não dá pra ficar parado. Se a gente quer melhorar de vida tem que fazer uma faculdade", explicou o estudante que fez a prova do Enem no campus da UnB. Ele disse que já prestou vestibular para Direito na UnB mas não foi aprovado. A esperança agora é conseguir uma bolsa de estudo em uma instituição particular de ensino. "A prova foi difícil. Vamos ver se consigo", disse.Já o estudante Bruno Coimbra, que estuda em um colégio particular de classe média e alta em Brasília, disse que o exame "foi muito fácil. É só lógica".O Inep informou que somente terá um balanço completo da nona edição do Enem, com o número de faltosos, na terça-feira. O gabarito das provas foi divulgado no site da instituição no início da noite. Um total de 804 participantes declararam necessidades especiais e tiveram atendimento individualizado para fazer a prova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.