Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Enem 2019: Veja a resolução da questão que mostra como aumentar chance de 'match' no Tinder

O item que abordava o conteúdo de geometria analítica foi elogiado por professores de cursinho e alunos que fizeram o teste

Isabela Palhares, O Estado de S.Paulo

10 de novembro de 2019 | 18h42

SÃO PAULO -   Em qual bar um usuário terá mais chance de dar 'match' em um aplicativo de relacionamentos? Essa era uma das questões da prova de Matemática do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 neste domingo, 10. O item que abordava o conteúdo de geometria analítica foi elogiado por professores de cursinho e alunos que fizeram o teste. 

Felipe Freire, professor de Matemática do sistema COC, explicou que a questão apresentava uma relação de bares dentro de um plano cartesiano e mostrava o raio de distância em que um aplicativo de relacionamentos como o Tinder opera para mostrar os "pretendentes". O item pedia para que o candidato identificasse o bar com a maior probabilidade para dar 'match' com três pretendentes. "Era uma questão apenas de interpretação de texto e do gráfico apresentado. O aluno só precisava identificar no mapa qual era o ponto em que o 'raio' do usuário do aplicativo alcançava o 'raio' dos três pretendentes", disse Freire. 

Para ele, a questão, além de bem elaborada por cobrar o conteúdo de geometria analítica, é divertido e ajuda a dar um "respiro" para o candidato. "Em um momento de pressão tão grande, como é a prova do Enem, o aluno quando encontra uma questão dessa dá um sorriso, relaxa um pouco nem que seja por alguns segundos", disse. 

Luanna Ramos, professora do Descomplica, também elogiou a questão. "A abordagem foi muito interessante e atual, é um assunto que faz parte do cotidiano do jovem. A contextualização, quando bem feita, ajuda o aluno a aplicar os conceitos e conteúdos", disse. 

Para Entender

Enem: entenda como é calculada a nota da prova

Teoria de resposta ao item é a ferramenta usada para correção do exame; ideia é medir com mais precisão a proficiência nas matérias e evitar chutes

Prova

Em geral, os professores consideraram que a prova de Matemática manteve o padrão de dificuldade dos últimos anos, com questões que cobram o conteúdo do Ensino Médio, mas não exigem cálculos muito complexos. 

Felipe Pinheiro, professor de Matemática do colégio COC, destacou que as perguntas estavam diretas, deixando mais tempo ao aluno para a resolução. "A contextualização dos exercícios não foi muito grande. Havia muitos textos para embasar os exercícios, com comandos mais assertivo, levando o aluno ao cálculo."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.