Enciclopédia reunirá inventos italianos

A Itália é famosa por sua capacidade de invenção, da ópera ao rádio. Agora, Silvio Berlusconi, o primeiro-ministro, autorizou a publicação de uma enciclopédia com 30 volumes que afirma que os italianos inventaram quase tudo, incluindo o helicóptero, o hidrofólio, a máquina de escrever, o motor de carro e até o preservativo.Rossana Pace, que está editando a enciclopédia, disse esperar que a obra não seja mal compreendida. "O objetivo não é mostrar que os italianos são mais inteligentes ou criativos que os outros povos", disse. "Mas os feitos italianos têm sido subestimados e está na hora de termos mais orgulho deles."Antonio Meucci, e não Graham BellEla disse que poucos contestam que Marconi inventou o rádio em 1895 e fez a primeira transmissão radiofônica transatlântica em 1901. "Mas nem todos sabem que a primeira máquina de escrever também foi italiana. Foi inventada em 1855 por Giuseppe Ravizza, um advogado de Piemonte que se inspirou no martelo e nos mecanismo do teclado do piano e do cravo."Parece, também, que o próprio piano foi inventado no fim do século 17 em Pádua por Bartolomeu Cristofori. Então, há o telefone, que não foi inventado, como muitos acreditam, por Alexander Graham Bell em 1876, mas por Antonio Meucci de Florença, que morreu desconhecido e na pobreza em Long Island, em 1889.A lâmpada de CrutoO Congresso americano reconheceu, pela primeira vez no ano passado, que Meucci realmente inventou o telefone em 1871 e Bell reivindicou o crédito pela idéia cinco anos depois. Da mesma forma, Thomas Edison pode ter pensado que inventou a lâmpada de longa duração, mas não, a lâmpada de Edison durou apenas 40 horas, enquanto Alessandro Cruto, um "piemontês sem um tostão" fez uma que durou 500 horas."Há uma longa tradição de italianos que inventaram coisas e depois não capitalizaram em cima delas, deixando que outros reivindicassem para si as glórias e os lucros", afirmou Rossana. Vejam o fax, por exemplo: foi o italiano Giovanni Caselli quem teve a idéia de enviar textos pela linha telefônica, assim como o primeiro microcomputador foi feito na Olivetti por Pier Giorgio Perotto em 1965.Helicóptero e preservativoO mesmo ocorre com o helicóptero, cujo crédito não vai apenas para Leonardo da Vinci, que o desenhou, mas para Enrico Forlanini, que construiu um, em Milão, em 1877. Foram também os físicos italianos Eugenio Barsanti e Felice Matteucci que inventaram o motor a combustão.A lista é enorme e inclui inventos mais antigos, como a dentadura, feita no século 8, os anestésicos à base de uma planta medicinal, em 1200, pelo médico Ugo da Lucca, a ambulância, no século 13, e o preservativo, inventado por Gabriele Fallopio (ou Fallopius), o mesmo que descobriu as trompas ovarianas, no século 16.

Agencia Estado,

15 de agosto de 2003 | 13h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.