Twitter: @PiensaJeka
Twitter: @PiensaJeka

Encapuzados jogam coquetel molotov contra reitor de universidade chilena

Episódio foi condenado pelo presidente da Federação de Estudantes da universidade

Ansa,

08 Maio 2012 | 15h01

SANTIAGO DO CHILE - Seis pessoas encapuzadas jogaram nesta terça-feira, 8, um coquetel molotov contra o veículo do reitor da Universidade de Santiago do Chile, Juan Manuel Zolezzi, que estava no estacionamento da faculdade.

 

A bomba foi atirada contra a parte de trás do veículo, que ficou com danos consideráveis.

 

Os carabineiros, da polícia militar chilena, não conseguiram identificar os autores do ataque nem encontraram indícios de sua autoria.

 

Após o incidente, o reitor declarou que, "se há pessoas que não gostam de nossa defesa da educação pública, não nos amedrontam".

 

O presidente da Federação de Estudantes da universidade, Sebastián Donoso, lamentou o ocorrido e condenou a atitude, considerando-a "um fato delitivo que não merece uma conotação maior".

 

O episódio ocorre no dia em que os estudantes se reúnem para decidir os rumos do movimento estudantil, que no ano passado se destacou no mundo pelas marchas promovidas a favor da educação pública.

 

"Estamos vivendo um dia de reflexão. Este é um fato delitivo, não há nenhuma consígnia nem um planejamento, é um fato isolado e não há justificativa", declarou Donoso à Rádio Bío-Bío.

Mais conteúdo sobre:
Chile Educação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.