<!-- eestatísticas -->Só 3,43% dos brasileiros têm diploma universitário

A parcela da população brasileira com acesso à universidade é mínima. Em 2000, apenas 3,43% da população do País tinha curso superior concluído. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pelo IBGE em pesquisa sobre educação com base no Censo 2000. Entre a população de 25 anos ou mais, são 6,8% os formados, sendo 6,4% com graduação e 0,4% com mestrado ou doutorado.A apesar da baixa proporção de pessoas com curso universitário, houve um avanço na década de 90. Em 1991, apenas 5,7% dos brasileiros com 25 anos ou mais tinham curso superior completo. Houve, portanto, um aumento de 17,2% na proporção de pessoas com diploma universitário nesta faixa etária. Em números absolutos, o número de graduados e pós-graduados com 25 anos ou mais passou de 3,86 milhões em 1991 para 5,78 milhões em 2000.Mais mestres e doutoresA proporção de mestres e doutores dobrou: em 1991, eram 0,2% do total da população de 25 anos ou mais. O número de pessoas com curso superior completou no País, independentemente da idade, era de 5,9 milhões em 2000 e de 4 milhões em 1991. Os mestres e doutores, de qualquer idade, passaram de 147 mil para 304 mil.Se o acesso à universidade é restrito para a população em geral, para o negro é um caminho ainda mais difícil. Um em cada dez brancos com 25 anos ou mais de idade conclui a universidade. Entre os negros, a proporção é cinco vezes menor: um em cada 50 negros brasileiros tem curso superior completo.Composição racialA composição racial da população geral não se reflete no universo dos que têm diploma universitário. Enquanto os brancos são 53,7% da população, entre os que concluíram o curso superior, são 82,8%. Negros e pardos, que somam 44,7% dos brasileiros, são apenas 14,3% no universo dos que têm diploma universitário.Para o professor Jailson de Souza e Silva, doutor em Educação pela PUC do Rio, dois fatores levam ao aumento no acesso à universidade: a criação de muitas universidades, principalmente particulares, e a ampliação dos cursos pré-vestibulares para estudantes pobres. ?O aumento das universidades facilitou o acesso dos estudantes, o problema é que muitas delas são de qualidade duvidosa.? leia também Advogados e adminstradores são maioria entre diplomados Só 0,4% dos adultos têm pós-graduação Até ano 2000, 14 milhões nunca haviam ido à escola Atraso escolar impressiona técnicos do IBGE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.