<!-- eestatísticas -->Cresce o número estudantes fora de seus países

O número de jovens estudando fora de seus países deve atingir uma média de 6 milhões por ano em 2020 ? o triplo do registrado atualmente -, revelou um estudo do British Council. Só nos países de língua inglesa, como Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália, Canadá e Nova Zelândia, o número subirá de 1 milhão para 2,6 milhões.O aumento pode ser explicado pela facilidade de acesso, já que, para muitos jovens, os programas de bolsas ficam à distância de um click, na internet. Além disso, cursos de inglês já estão disponíveis em países como Malásia e Singapura a preços convidativos.Para os países que recebem os estudantes, as vantagens vão desde a contribuição educacional que esses alunos dão às instituições, até o retorno financeiro que esses jovens dão em pagamento de taxas.Só no Reino Unido, o equivalente a 8 bilhões de reais são gerados para as universidades dessa forma anualmente, e este valor dobra quando o gasto dos estudantes com despesas é levado em conta.

Agencia Estado,

13 de agosto de 2004 | 14h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.