<!-- eestatísticas -->Administração é o curso com mais oportunidades de estágio

O curso de Administração de Empresas continua liderando o ranking de oportunidades de estágio e, ainda, ampliou o número de vagas neste ano, segundo levantamento realizado pelo CIEE-SP. Em 2002, foram 20.991 oportunidades, também superando as outras áreas; já neste ano, são 21.549.De acordo com Luiz Gonzaga Bertelli, presidente executivo da organização, o curso de Administração de Empresas congrega a maior parte das vagas porque o perfil do profissional da área é versátil. ?O administrador de empresas tem a formação dividida entre ciências exatas e humanas, o que lhe permite possibilidades de atuação em departamentos diversos, que vão das finanças ao marketing, passando pelos recursos humanos?, observa.DireitoNo ranking de ofertas de estágios, o curso de Direito fica com o segundo lugar, abrindo, neste ano, 10.788 vagas, 8% mais do que em 2002. ?Por ser uma profissão dinâmica e acompanhar as mudanças sociais, o Direito atrai o interesse dos jovens?, justifica Bertelli.Entre os campos promissores da área, estão o direito previdenciário, ambiental, do consumidor e internacional. ?A diversidade da profissão, portanto, permite a abertura de oportunidades de estágio, inclusive, para os universitários?, diz o presidente executivo.Ciências ContábeisO terceiro curso do levantamento que mais ofereceu vagas em 2003 foi Ciências Contábeis, com 4.757 oportunidades. ?É uma profissão com espaço no mercado tanto em época de crise quanto de desenvolvimento, sem grandes altos e baixos. Oferece oportunidades de estágio e trabalho num amplo leque de atividades, seja como autônomo ou funcionário de uma empresa?, afirma Bertelli. ?É uma área indicada para quem gosta de cálculos, é detalhista e organizado.?O levantamento do CIEE-SP aponta o crescimento no número geral de ofertas de estágio, em relação a 2002: no Brasil, foram abertas, neste ano, até novembro, 158.330 vagas; no ano passado, até aquele mesmo mês, foram 139.511. Só em São Paulo, em 2003, foram 47.853, contra 45.799 em 2002.A maior parte das ofertas no Brasil - 55% - é direcionada para estudantes de nível superior, tendência acompanhada por São Paulo, que mostra o índice de 63%. O restante das oportunidades dividem-se em 30% para o ensino médio e 15% para o nível técnico, no Brasil, e 20% para nível médio e 17% para técnico, em São Paulo.

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2003 | 14h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.