<!-- eeducação -->Software de e-learning da Unicamp faz sucesso no exterior

Uma ferramenta desenvolvida por pesquisadores em Campinas se tornou um dos mais utilizados recursos de ensino à distância. O TelEduc, criado há cinco anos em parceria pelo Instituto de Computação e pelo Núcleo de Informática Aplicada à Educação (Nied) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), foi adotado por pelo menos 3 mil instituições de educação particular e privada do Brasil e outros países.A ferramenta, um software livre que pode ser adquirido por qualquer pessoa ou instituição, via internet (http://teleduc.nied.unicamp.br/teleduc), permite que sejam ministrados cursos à distância, desde que os participantes disponham de acesso à rede de computadores.Um dos usuários é a Marinha, que utiliza o recurso para promover cursos técnicos de especialização e treinamento entre fuzileiros embarcados. A professora Heloísa Vieira da Rocha, do Instituto de Computação (IC), que coordena o projeto, disse que os usuários do software não precisam entender de informática.Uso simplesA professora Heloísa Vieira da Rocha, do Instituto de Computação (IC), que coordena o projeto, explicou que os usuários do software não precisam ser entendidos em informática. Segundo ela, todas as disciplinas da Unicamp dispõe de seu TelEduc para veicular conteúdos e facilitar a comunicação entre os alunos.A ferramenta permite que possam ser disponibilizados pela internet material de leitura de interesse dos estudantes, fóruns de discussão sobre os temas, gerenciamento dos alunos e administração do curso. O TelEduc é utilizado inclusive por empresas com filiais para treinar funcionários à distância.Outra vantagem é que o software não exige que todos os alunos acessem a ferramenta simultaneamente. "Há situações nos cursos em que todos terão que estar conectados ao mesmotempo, mas são poucas. A maioria do aprendizado é assíncrona", afirmou Heloísa.Ampliar espaço da escolaNo caso de educação formal, de ensino fundamental, médio e superior, a professora acredita que o TelEduc é um recurso de apoio, para ampliar o espaço da escola, permitindo que o aluno possa discutir com outros estudantes temas aprendidos em aula, tirar dúvidas e rever conteúdos.Heloísa acrescentou que a ferramenta permite ainda que alunos que já concluíram seus cursos continuem se mantendo informados sobre novidades do seu segmento ou outros que lhe interessem.Mas ela lembrou que o Ministério da Educação determina, em lei, que a avaliação de alunos paraobtenção de diplomas e certificados seja presencial.Entre os países que utilizam o TelEduc, além do Brasil, estão França, Portugal, Espanha, Estados Unidos, Chile e Argentina. "Nossa expectativa é que, por se tratar de um software livre, com suporte para múltiplas línguas, essa expansão tenha continuidade."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.