Valeria Gonçalvez/Estadão
Valeria Gonçalvez/Estadão

Educação sem castigo físico é tema de live com a psicóloga Rosely Sayão

Transmissão ao vivo ocorre no Facebook do Estadão, às 16h; mande suas perguntas

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2021 | 10h00

A morte de Henry Borel, de 4 anos, por espancamento levanta discussões sobre a violência contra crianças no Brasil e a forma como as famílias educam os pequenos. Uma lei no Brasil, em vigor desde 2014, determina que crianças e adolescentes sejam educados sem castigos físicos. 

Estudos já apontam conexão entre palmadas e impactos negativos no funcionamento cerebral. Como educar sem castigos? Por que ainda há a crença de que a lei da palmada é uma interferência do Estado nas práticas da família? Para falar sobre esse assunto, a psicóloga e colunista Rosely Sayão participa nesta terça-feira, 20, de uma live transmitida nas redes sociais do Estadão.

Na transmissão, também serão abordados os sinais de violência contra as crianças e como agir em caso de suspeita de agressão. Para participar, envie suas perguntas e comentários pelas redes sociais. A entrevista ao vivo será transmitida pelo Facebook do Estadão nesta terça-feira, 20, a partir das 16 horas. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.