É semana de volta às aulas. E ao trânsito

Acabou a folga da criançada e dos adolescentes. Nesta segunda-feira, 60% dos 750 mil alunos de colégios particulares da capital voltam às escolas. Com o fim do período de férias, a estimativa é que a frota da cidade aumente em 3,5 milhões de veículos. Na tentativa de reorganizar o trânsito, que nessa época fica ainda mais pesado, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) começa a partir das 6h a Operação Volta às Aulas. A campanha reserva algumas atividades educativas fora das salas de aula. Haverá grupos de mímica, formados por estagiários que, vestidos com roupas coloridas e bonés, vão orientar os estudantes sobre como atravessar a rua na faixa de pedestre e seguir a sinalização. Cinqüenta mil folhetos, cartilhas, 150 faixas e operadores os (marronzinhos) estarão espalhados nas proximidades de cerca de cem escolas particulares da capital. A prioridade da campanha, no entanto, é a de seguir uma lista de 11 escolas, feita pela CET, localizadas principalmente no eixo da Avenida Paulista. Nesses pontos, geralmente é onde se concentram os carros estacionados em fila dupla ou parados em locais proibidos. O gerente de operações da companhia, José Carlos Andersen, citou as Ruas Teodoro Sampaio e Itambé e Avenida Paulista, regiões do Colégio Objetivo, Mackenzie e São Luiz, respectivamente. "É nesses lugares que entraremos com força total", explica Andersen, que prevê normalizar a situação em duas semanas. Para isso ocorrer, 105 funcionários deverão ir para as ruas. No total, são 105, sendo 77 marronzinhos e 28 fiscais de zona azul. Andersen disse ainda que a maioria das escolas receberam alunos na semana passada: "Mas o pessoal começa a freqüentar para valer só hoje." A campanha vai ganhar um complemento. Todos os dias, 17 faixas e vias reversíveis serão operadas para aumentar a capacidade de escoamento em pontes nos horários de pico. Uma novidade nessa operação são as cartilhas. Segundo Andersen, elas têm modelo e ilustrações inéditas. Para os alunos da rede municipal, os cadernos ainda esperam por uso. O ano letivo começa apenas na quinta-feira. São 964 mil alunos de educação infantil, ensino fundamental e cursos supletivos que voltam às 867 escolas. Já os estudantes da rede estadual terão um dia a mais de férias. Aula mesmo, somente no dia 10.

Agencia Estado,

03 de fevereiro de 2003 | 18h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.