Divulgação
Divulgação

É possível ensinar a empreender? Cursos podem ajudar

Conheça opções gratuitos e pagos, online e presenciais, que podem ser feitos nas férias para despertar e ensinar futuros empresários

Marcelo Burgos, Especial para o Estado

30 Junho 2016 | 05h00

SÃO PAULO - Em crises econômicas, a opção “empreender” sempre passa pela cabeça tanto de quem está desempregado como de quem tem uma vaga, mas fica apreensivo com a avalanche de demissões. Mas é possível aprender a empreender? É indicado se arriscar mesmo nesses tempos? Como saber se você se enquadra no perfil de empresário? E quais os primeiros passos para se ter um negócio?

Para quem busca respostas para essas perguntas, cursos de empreendedorismo, nos mais variados formatos, podem ajudar. Há desde opções gratuitas e online a outras mais elaboradas e pagas. Todas com o mesmo objetivo: mostrar caminhos de negócios para quem quer andar com as próprias pernas.

De acordo com André Luiz Moretto, coordenador da Unidade de Gestão de Produtos do Sebrae, aumentou a procura de pessoas físicas por cursos da entidade, que tem atuação nacional. “Comparando o período de janeiro a maio de 2015 com mesmo período de 2016, houve um aumento de 52% nos atendimentos a pessoas que querem empreender, frente a uma redução de 20% nos atendimentos diretos a empresas.” 

O Sebrae é um agente de capacitação e de promoção do desenvolvimento, criado para dar apoio aos pequenos negócios em todo o País. Um bom começo para quem nunca pensou em ser seu próprio patrão é o curso online Empreendedorismo, oferecido pela entidade. Com apenas uma hora, que pode ser cumprida no ritmo escolhido pelo aluno, ajuda a entender as características básicas do empreendedor.

O Sebrae oferece ainda oficinas presenciais pagas, com seis horas de duração e enfoque eminentemente prático. “Essas têm três dias e ensinam o aluno a fazer um plano de negócio”, explica Moretto. 

Para quem já está mais convencido a montar o seu negócio ou precisa dar um impulso na sua empresa, o Sebrae tem ainda um programa de uma semana, chamado Empretec. “Durante 60 horas distribuídas em seis dias, o aluno monta uma empresa, com limitações e acontecimentos possíveis na vida real. Ele aprende a superar seus limites, a enxergar oportunidades e a fortalecer suas habilidades.”

Clientes pequenos. Leandro Costa, de 25 anos, é sócio da Awdbusiness, agência de marketing digital focada em empresas pequenas e profissionais liberais que precisam ter atuação estratégica em websites, blogs e redes sociais. Com formação em Engenharia Mecânica, Leandro fez cursos que lhe deram segurança.

Mas faltava uma parte crucial, que era tornar viável o negócio do ponto de vista financeiro: formar preços, criar fluxo de caixa, elaborar contratos e, principalmente, desenvolver um modelo de negócio que permitisse cobrar valores acessíveis aos clientes sem comprometer a sobrevivência da empresa - que existe virtualmente nos home offices dos três sócios. Esses conhecimentos ele encontrou em cursos online da Endeavour, entidade global voltada para empreendedorismo, que oferece 18 módulos de ensino a distância, todos contendo de três a quatro horas de duração. 

Segundo Camilla Junqueira, diretora de Cultura Empreendedora da Endeavour, um dos diferenciais dos cursos é que são ministrados por empreendedores da rede mundial da Endeavour, como Steve Blanket, professor das Universidades de Stanford e Berkeley. “São grandes especialistas que compartilham conteúdos, histórias e dicas relacionadas aos principais desafios do empreendedor.”

Cursos na internet. Uma das maiores plataformas de educação online é o Coursera, com cerca de 20 milhões de alunos no mundo. “Temos mais de 900 mil estudantes registrados no Brasil, que é nosso maior mercado na América Latina. Na região como um todo, são 2,9 milhões de alunos”, explica Carlos Pessoa, gerente regional da plataforma na América Latina.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
83,7% dos universitários consideram a internet a principal fonte para buscar conhecimento
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313

O Coursera oferece cursos de 145 das universidades mais renomadas do mundo, como a London Business School, e o empreendedorismo tem ocupado lugar de destaque na plataforma. “Qualquer um pode desenvolver as habilidades para iniciar e crescer uma startup, por exemplo. No último ano, em torno de 1 milhão de pessoas se matricularam em cursos relacionados a empreendedorismo”, diz o gerente regional da plataforma. 

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
230 mil é o número de pessoas que o Empretec (Sebrae) já capacitou no Brasil todo
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313

Pessoa acrescenta que o sucesso vem da combinação de aspectos teóricos com práticos. Um exemplo é o programa de empreendedorismo mais popular entre os estudantes brasileiros: O Empreendedorismo e as Competências do Empreendedor, produzido pelo professor Paulo Lemos, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Ilustrado com casos práticos, nos quais empreendedores de sucesso são convidados a dividir suas experiências, o curso é gratuito - se o aluno quiser certificado, paga taxa de US$ 29.

Serviço

Sebrae

www.sebrae.com.br

Curso: Empreendedorismo

Duração: Uma hora (curso online)

Custo: Gratuito 

Curso: Começar bem - Plano de Negócio

Duração: Seis horas

Custo: R$ 160 

Curso: Começar bem - Transforme sua Ideia em Modelo de Negócios

Duração: 12 horas

Custo: R$ 190

Curso: Empretec

Duração: 60 horas

Custo: R$ 1.300 

Coursera

www.cousera.org 

Curso: O Empreendedorismo e as Competências do Empreendedor (Unicamp)

Duração: De 10 a 12 horas 

Custo: Gratuito 

Curso: Como Financiar e Desenvolver sua Startup (London Business School)

Duração: 35 horas

Custo: Gratuito

Endeavour

www.endeavour.org

Curso: Como Construir a Empresa Certa para os Clientes Certos

Duração: Seis horas 

Custo: Gratuito

Curso: Finanças Básicas

para Empreendedores

Duração: Quatro horas

Custo: Gratuito 

Curso: Planejamento Estratégico para Empreendedores

Duração: Três horas

Custo: Gratuito 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.