Dois candidatos saíram com caderno de questões do Enem antes do horário

Inep informou que ambos serão desclassificados e nega vazamento de conteúdo

O Estado de S.Paulo

05 Novembro 2017 | 19h53

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação responsável pela realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), informou que foram registrados dois casos de participantes que saíram antes do horário permitido para levar o caderno de questões. 

Um dos casos é o da imagem recebida pelo Portal G1 da Rede Globo, com uma folha do Caderno 10 - Prova verde, página 18, destinado aos participantes surdos ou deficientes auditivos, que, segundo o Inep, compreende 2.992  dos 6,7 milhões de inscritos.

A prova teve início às 13h30, sendo permitido ao participante levar o caderno de questões, meia hora antes do término do prazo regular, de acordo com o edital que regula o exame.  O participante  ainda não foi identificado pelo órgão.

O outro caso aconteceu no município de Senador Canedo (GO). Segundo o Inep, por volta de 17h05 , o candidato Wisses Bernardo Pinheiro de Souza "surtou" por conta de uma questão, e queria que os aplicadores explicassem o quesito. Ao ser levado para a coordenação, insistiu na explicação. "No momento que foi informado que seria eliminado fugiu com a prova e com o cartão resposta.

Os dois casos se configuram como descumprimento das regras do Edital e não caracterizam vazamento", informou o Inep, em nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.