Direito-GV abre inscrições para vestibular 2013

A partir desta edição, estudantes poderão disputar bolsas de estudos e benefício que irá arcar com custos indiretos

Estadão.edu,

05 Julho 2012 | 16h44

Na próxima segunda-feira, 9, começam as inscrições para o Vestibular 2013 da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas. A taxa  para quem se inscrever até 17 de agosto, às 18h, será de R$ 75,00. Após este prazo, será cobrado R$ 150,00.

As inscrições se encerram em 17 de outubro, às 18h, e devem ser feitas exclusivamente pelo site da instituição, onde também estarão à disposição do candidato o edital, o manual e todas as informações necessárias para o acompanhamento do processo seletivo.

Existe a possibilidade de isenção no pagamento da taxa de inscrição conforme regras estabelecidas no edital.

Bolsas

Nesta edição, os alunos admitidos poderão contar com dois novos programas de bolsas de estudos não reembolsáveis, que serão oferecidos de acordo com a condição sócioeconomica e o mérito de cada um dos alunos. "Queremos garantir que alunos comprometidos com  sua formação não deixem de entrar na GV por conta de questôes econômicas", diz Adriana Ancona de Faria, coordenadora institucional da Direito-GV. "Não queremos mais perder os talentos que eventualmente estamos perdendo", diz.

Segundo a instituição, o programas tem como intuito qualificar e diversificar o seu corpo discente, criando oportunidades para que a condição social e financeira de jovens talentosos e com grande potencial não constituam empecilho para o ingresso e a permanência na faculdade. Em um primeiro momento, serão concedidas até 10 bolsas, de 100% e 50% do valor das mensalidades.

Os universitários poderão contar ainda com o programa de bolsas-manutenção. Trata-se de um fundo criado por ex-alunos, pais de ex-alunos e professores da Escola, com o objetivo de permitir que alunos com necessidades econômicas possam arcar com os custos indiretos de um ensino superior como material didático e alimentação.

As bolsas-manutenção tem o valor de R$ 850,00 por mês e são oferecidas durante os três primeiros anos do curso, período que os alunos se dedicam integralmente a seus estudos na instituição. Após esse período, os alunos que ainda necessitarem poderão continuar com a bolsa, avaliados caso a caso. Poderão pleitear a bolsa-manutenção os alunos já beneficiados com a bolsa de estudos.

Além dos novos programas, a Escola continuará concedendo as bolsas que já oferecia até então. A bolsa-mérito Dr. Luiz Simões Lopes será destinada aos melhores colocados no vestibular e renovável a cada ano, de acordo com o desempenho acadêmico. O financiamento de bolsas, com restituição sem juros (somente com correção pelo IGP-M) também será mantido.

Mais conteúdo sobre:
FGV Direito vestibular bolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.