Dilma diz a estudantes que negociações ocorrerão na hora certa

Declaração foi dada em resposta a protesto de alunos da Federal do ABC

Daiene Cardoso, da Agência Estado,

05 Julho 2012 | 17h10

SÃO BERNARDO DO CAMPO - A presidente Dilma Rousseff enfrentou hoje, durante inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em São Bernardo do Campo (SP), protesto de cerca de 30 estudantes da Universidade Federal do ABC, UFABC, uma das universidades federais que estão em greve no País desde o dia 17 de maio. No final de seu discurso , Dilma respondeu as críticas dos universitários afirmando que um acordo com os grevistas acontecerá no momento certo. "O pessoal pode acalmar que as coisas vão para os seus lugares na hora certa". Depois disso, encerrou o pronunciamento e seguiu para Brasília, sem conceder entrevista à imprensa.

Os estudantes protestaram com palavras de ordem, como "Dilma a culpa é sua, a minha aula é na rua", e reivindicaram a abertura de um canal com o governo federal para que a greve encerrada. O grupo de manifestantes conseguiu entrar no evento, na área destinada ao público, trajando camisetas pretas com a inscrição: "UFABC em greve".

O prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, que discursou antes da presidente Dilma no evento, falou que os protestos são momentâneos. "É um conflito grevista que passa. Tenham tranquilidade porque a negociação acontecerá no momento correto", disse ele, sem contudo, conter o ânimo dos estudantes que, ao longo do discurso da presidente da República, entoaram as palavras de ordem.

Acompanharam a presidente Dilma neste evento o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-primeira dama Marisa Letícia, o netinho de Lula, Arthur (filho de seu filho Sandro), o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e o prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, dentre outros. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas que Dilma inaugurou fica no bairro Alves Dias e deve beneficiar moradores de 30 bairros da região. Além da inauguração no ABC paulista, Dilma inaugura simultaneamente UPAs em Porto Seguro (BA) e no Distrito Federal.

Mais conteúdo sobre:
protesto Dilma greve federais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.