Dica para Fuvest: um lanchinho

O ano todo de estudos pode ser arruinado por causa de um lanchinho. Ou pela falta dele. Segundo nutricionistas, o vestibulando não pode esquecer de levar algo para comer durante a prova da Fuvest, no domingo. Este ano, com o maior número de questões, o exame durará cinco horas e a falta de alimentos pode até causar problemas sérios, como a hipoglicemia. ?Pensar gasta muita energia?, diz o professor do laboratório de nutrição da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP), Julio Tirapegui. Ele aconselha que o estudante leve alimentos ricos em carboidratos, como chocolate, sanduíche ou barra de cereais. Além disso, uma garrafinha de água é indispensável. Segundo ele, mesmo os jovens que estão acostumados a passar horas sem comer devem levar um lanche. Para a nutricionista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Claudia Juzwiak, a preparação alimentar deve começar no sábado à noite. ?É preciso garantir todo o estoque de energia para chegar bem à prova.? O importante é que o jantar do dia anterior já contenha todos os grupos de alimentos, não esquecendo verduras e legumes. O café da manhã também deve ser reforçado: frutas, leite, queijo, pão. Para quem não tem o hábito de almoçar cedo ? já que é preciso estar no local de prova às 12h30 ? os nutricionistas indicam um lanche leve antes do vestibular. Caso contrário, uma sugestão é um almoço com macarrão ou arroz, feijão e um grelhado. ?Comecei a diminiuir o ritmo dos estudos esta semana, passei a dormir mais cedo e estou andando de bicicleta e correndo?, diz Pedro Peregrino, de 21 anos, candidato ao curso de Medicina. O vestibulando espera assim se preparar fisicamente para a longa avaliação que o espera domingo. Serão cem questões de múltipla escolha e o candidato tem três minutos para responder cada uma. A falta de alimento durante esse período pode baixar a quantidade de açúcar no sangue, provocando hipoglicemia, que causa tontura, mal-estar e até desmaios. Fora o jejum, o que pode estragar um bom desempenho são os alimentos ricos em gordura (feijoada, churrasco), que têm difícil digestão. Eles devem ser evitados desde a véspera. ?Não se pode sobrecarregar o estômago, porque a energia precisa estar direcionada para o cérebro?, diz Tirapegui. Apesar das recomendações, o vestibulando não deve mudar totalmente o hábito alimentar na véspera da prova. Concorrência A Unifesp divulgou ontem a relação candidato-vaga do seu vestibular. O curso de Medicina foi o mais concorrido. As provas serão nos dias 19, 20 e 21 de dezembro.

Agencia Estado,

14 de novembro de 2002 | 20h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.