Desempenho dos alunos em língua portuguesa é baixo, segundo o MEC

Cerca de 55% dos alunos de 4ª série do ensino fundamental apresentaram desempenho crítico ou muito crítico em língua portuguesa, de acordo com dados do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O baixo desempenho em leitura atinge também anos posteriores de ensino. São 26,8% dos alunos de 8ª série do ensino fundamental e 38,6% dos alunos de 3ª série do ensino médio. O dados são referentes a 2003. Representantes da área de educação se reúnem nesta quinta-feira no Ministério da Educação (MEC), em Brasília, no seminário Alfabetização e Letramento em Debate. O evento discute formas de melhorar esses números da educação. "O País tem um problema de longa data, reconhecido pelos educadores, que é a questão da aprendizagem, da repetência, sobretudo nas séries iniciais do ensino fundamental, que supera a média internacional em muitos pontos", afirma o ministro da Educação, Fernando Haddad, segundo a Agência Brasil. Haddad lembra que garantir uma educação de qualidade é um trabalho de longo prazo, no qual o Ministério da Educação trabalha com foco em quatro eixos que vão desde a educação básica, passando pela profissional e continuada até a superior. "Educação se resolve com compromisso de longo prazo, suprapartidário, compromisso para além de um governo, compromisso social com pressão social sobre os três níveis de governo, municipal, estadual e federal". O secretário de Educação Continuada do MEC, Francisco da Chagas, destaca que a qualificação dos professores é um dos fatores que contribuem para o bom aprendizado dos alunos. Ele lembrou que o método de alfabetização utilizado é escolhido pelos governos estaduais e pelas escolas.O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) é uma avaliação aplicada a cada dois anos aos alunos da 4ª e da 8ª séries do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

Agencia Estado,

27 de abril de 2006 | 16h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.