George Melo
George Melo

Depoimento: ‘Fazer uma pós me fez mudar de carreira’

George Melo, que cursou pós-graduação em Estratégia de Negócios na Saint Paul

O Estado de S.Paulo

12 Dezembro 2017 | 05h00

"Fazer uma pós-graduação não me trouxe só conhecimento, me arrumou um novo emprego. Sou formado em Publicidade e Propaganda pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) e comecei a pós em 2016. Eu tinha 23 anos e estava em uma fase de maturação da minha carreira.

Era analista júnior em uma empresa. A crise fez com que os funcionários tivessem que desempenhar mais funções do que normalmente fariam, e eu comecei a ter uma demanda mais da área de Negócios. Eu precisava de uma especialização. Quando abriu essa pós-graduação que misturava Finanças com um pouco da área de Humanas, achei que se encaixava nas minhas necessidades.

Hoje, formado, eu não trabalho mais como publicitário. Gostei tanto que hoje estou no campo de Finanças. O foco maior no tema que a pós-graduação me proporcionou me fez mudar de área. Talvez essa experiência só pôde ser proporcionada pela pós. Eu até cheguei a pensar em fazer um MBA, mas pesquisando vi que tem um foco diferente. Eles buscam mais pessoas com experiência na carreira.

Ou pelo menos mais experiência do que eu tinha na época. O mestrado também era uma opção, só que percebi que queria e precisava de um foco maior nos negócios, enquanto o mestrado, mesmo o profissional, tem uma olhar mais direcionada para pesquisa e academia, o que não era o que eu queria para meu futuro.

Então essa diversificação maior foi minha principal conquista ao optar pela pós-graduação. Eu também tive um aumento de networking importante. Ganhei principalmente uma visão mais holística do negócio, contatos com várias áreas, advogados, economistas. Você acaba não pensando mais só na sua área, o que é bom do ponto de vista de empresa.

Minha única reclamação é em relação ao preço. São aulas duas, no máximo três vezes por semana, o que é bom porque dá para conciliar com o trabalho. Mas achei caro o preço, cerca de R$ 1.300. Apesar dos profissionais excelentes que dão aula, acho que poderia ser mais barato pelo período de aulas, que é de no máximo dois anos.” 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.