Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Dedicação a distância

A vantagem é a flexibilidade, mas cursos online de especialização exigem empenho de aluno e professor

Cristiane Nascimento, Especial para o Estadão.edu,

25 Fevereiro 2013 | 21h52

Muitos profissionais lidam com a constante cobrança pela atualização de seus currículos, mas, em meio à rotina das grandes cidades, poucos têm tempo e disposição para se deslocar até uma faculdade e assistir a aulas expositivas durante horas. Por isso, para algumas pessoas, os cursos de especialização a distância aparecem como a opção mais viável. 

Se por um lado eles oferecem maior flexibilidade quanto aos locais de estudo e aos horários de aula, por outro os cursos online exigem ainda mais dedicação e disciplina que os presenciais.

Em 2011 o analista de sistemas Ricardo Mendonça, de 32 anos, concluiu a especialização em Tecnologias e Sistemas de Informação da Universidade Federal do ABC. Mendonça buscou o curso com a ilusão de que teria mais tempo livre. “Foi um grande engano”, diz Ricardo. “O curso foi difícil e em vários momentos tive de estudar de quatro a cinco horas por dia para conseguir entregar todos os trabalhos.”

Para o diretor executivo da FGV Online, Stavros Xanthopoylos, a figura do tutor é o que define a qualidade e o sucesso de um curso a distância. “Um tutor proativo que acompanha de perto a evolução e as atividades de cada aluno faz a diferença”, afirma. “É ele quem fará com que o aluno se interesse, estude, se dedique e não abandone o curso.”

Metalinguagem

A professora do Istituto Europeo di Design, Márcia Holland, foi aluna da pós-graduação de Design Instrucional oferecida pelo Senac São Paulo desde 2010. O curso é voltado para profissionais que querem atuar em projetos de educação a distância. 

Márcia já era pesquisadora do tema e desejava aprimorar o ambiente de aprendizagem que mantinha com seus alunos. “O curso possibilitou a organização de uma série de conceitos e metodologias que tornaram meu ambiente muito mais qualificado e atraente”, diz. 

Hoje os alunos de Márcia se reúnem em um ambiente imersivo e em 3D. Estudantes e professora são avatares (personagens virtuais) que assistem a vídeos, leem textos e os discutem virtualmente.

Em alta

534 são os cursos de especialização online, segundo censo 2011 da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed)

108.481 é o número de matrículas realizadas em especializações online, de acordo com a Abed

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.