Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Decisão sobre carreira não é necessariamente definitiva, diz psicóloga

Maria Stella Sampaio Leite, da ONG Colmeia, tranquiliza os vestibulandos que não conseguiram definir qual curso fazer

Fabio Mazzitelli, Especial para o Estado

23 Outubro 2015 | 03h00

SÃO PAULO - Na hora de escolher uma carreira, é bem comum entre os adolescentes ter dúvida. Mas algumas reflexões podem ajudar a amenizar a angústia durante esse processo, de acordo com Maria Stella Sampaio Leite, psicóloga que trabalha com orientação profissional há 26 anos na ONG Colmeia, uma das instituições pioneiras a abordar o tema com os jovens. “A primeira coisa que o adolescente precisa avaliar é o curso que ele vai encontrar, ter uma visão do que vai estudar, ver o currículo.”

A psicóloga, que lançou recentemente o livro Orientação Profissional, indica que listar tarefas cotidianas prazerosas para o adolescente ou atividades que ele desempenhe bem pode dar pistas sobre seus interesses e habilidades. “A situação ideal é buscar conhecer mais a respeito de si mesmo, tentando encontrar temas nos quais gostaria de se aprofundar.”

Algo que pode ajudar a tranquilizar os estudantes durante o processo de escolha da profissão é pensar que a primeira decisão não é necessariamente definitiva para moldar o futuro dele - nem determinante do sucesso que alcançará.

“As pessoas têm um leque de alternativas em geral. Fazem uma escolha sem abandonar outros gostos. O jovem precisa se sentir bem naquilo que vai estudar”, explica a psicóloga. “Depois, com o diploma na mão, pode trabalhar com uma fábula de coisas e eventualmente retomar gostos e interesses que sempre estiveram presentes na sua vida.”

Mas, na dúvida, há quem decida tentar o vestibular para mais de uma carreira. “Uma aluna, certa vez, fez três opções diferentes. Turismo, Comunicação e uma terceira em outra área”, lembra Luciana Sevorini, orientadora educacional do 3.º ano do ensino médio do Colégio Equipe. “Ela gostava das três e fez isso para não ter de escolher. Mas ela entrou em todas e, no fim, teve que fazer a escolha do mesmo jeito."

Serviço

Orientação Profissional

Autora: Maria Stella S. Leite

Editora: Casa do Psicólogo / Pearson

Preço sugerido: R$ 53

Mais conteúdo sobre:
Vestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.