Debate aproxima alunos de escola paulistana das eleições

Tema político das eleições será abordado de modo original em palestra sobre declínio do sentido público da educação

Carolina Stanisci, Especial para o Estadão.edu

30 Agosto 2010 | 20h41

Debater com alunos a eleição pode ser uma tarefa inglória e enfadonha, tanto para professores como para os próprios estudantes. O colégio Oswald de Andrade vai tentar, na próxima quinta-feira, dar um sentido mais dinâmico para aproximar a política dos jovens, na palestra "O declínio do sentido público da Educação", com o professor da Faculdade de Educação da USP, José Sergio Carvalho.

 

Segundo o coordenador de comunicação do Oswald de Andrade, André Meller, a ideia é fugir do óbvio na hora de, digamos, conscientizar os alunos sobre o pleito. "A política às vezes parece tão do mundo adulto, queríamos essa abordagem original e achamos bom fazer um recorte específico próximo deles, que é a questão da educação. Eles vivem isso no dia a dia", diz.

O encontro faz parte da iniciativa da escola chamada Biscoito Fino e é aberto a alunos de todos os anos, pais, professores e à comunidade. Marcelo Tas, Guto Lacaz já participaram de outras edições.A palestra será no teatro da escola. "Os eventos são cheios e animados. O convidado fala uma hora e depois temos meia hora para perguntas da plateia."

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais conteúdo sobre:
eleiçõeseducação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.