Reprodução
Reprodução

Cursos grátis para ampliar o conhecimento e valorizar o currículo

Conheça quatro plataformas que encurtam a distância até a universidade

O Estado de S. Paulo

15 Maio 2015 | 21h39

Na semana passada, o sistema de ensino online Coursera anunciou as primeiras aulas em língua portuguesa da plataforma, em associação com instituições importantes como USP, Unicamp e Fundação Lemann. O conteúdo é grátis. Na conclusão, cobra-se cerca de R$ 300 pela emissão de um certificado reconhecido. Por enquanto, nesse idioma, há vinte cursos. Alguns voltados para as áreas de engenharia, contabilidade e gestão educacional. Quem se dispõe a aprender em outras línguas, porém, encontra um catálogo maior: quase duzentas possibilidades, sendo mais da metade com status de especialização.

Além do Coursera, oferecem formação complementar pela internet as ferramentas Iversity, Canvas Network e Veduca. Idiomas, finanças, pensamento crítico, psicologia social, escrita criativa, aula de física aplicada ao design, empreendedorismo e tecnologia a favor da pesquisa acadêmica são exemplos aleatórios dos temas contemplados - alguns de extensão universitária. No lugar das aulas presenciais, há vídeos, testes, exercícios interativos e intercâmbio de informações na comunidade online de alunos e professores.

Saiba um pouco mais sobre cada uma dessas plataformas de ensino e conheça alguns dos cursos programados.

Canvas Network

A rede de educadores, instituições e alunos tem atividades voltadas ao desenvolvimento pessoal, profissional e acadêmico. A partir do momento em que o material estiver disponível no site, as atividades podem ser executadas no horário mais conveniente para o estudante. O certificado, se houver, é oferecido pela escola. Com a chancela da The New School, de Nova York, tem início no dia 18 de maio um curso para quem quer escrever sobre comida, cultura e crítica gastronômica. Os educadores vão explorar o universo americano e autores importantes a exemplo de M.F. K. Fischer e Judith Jones.


Coursera

Conta com mais de 13 milhões de participantes em todo o mundo, permite interação e feedback em tempo real com alunos e professores e defende a chamada pedagogia de domínio, em que para acessar conteúdos mais avançados é preciso dominar o tema corrente. Em meados de julho tem início a especialização em computação na nuvem para dispositivos móveis equipados com Android. Após percorrer as seis etapas de aprendizado, o aluno apresenta um trabalho de conclusão e, sendo aprovado, recebe o certificado.


Iversity

Durante sete semanas, a partir de 18 de maio, quem quiser poderá aprender técnicas de pensamento crítico e argumentação racional, lógica e persuasiva com o professor Radu Atanasiu, da Romênia. Falado em inglês. Trata-se de um curso livre, ou seja, não há requisitos de conhecimento. Qualquer pessoa com "curiosidade natural e respeito pela verdade" pode participar. A carga horária é de mais ou menos uma hora por semana e Atanasiu promete apresentar exercícios empolgantes e exemplos divertidos.


Veduca

Com o slogan "amplie as possibilidades para sua carreira", a empresa brasileira de origem capixaba apresenta mais de 300 opções de cursos (MBA, extensão e livre) nas áreas de administração, negócios, psicologia, física e literatura, entre outras, sempre com a assinatura de parceiros do naipe de MIT, Harvard, USP e Unicamp, por exemplo. Em geral, o conteúdo é grátis, mas para obter um MBA, por exemplo, o programa pago tem recursos exclusivos além de oferecer o certificado. Entre os cursos grátis, destaca-se o de ciência política ministrado pelo professor Clóvis de Barros Filho, da Escola de Comunicações e Artes da USP. Tem duração de 60 horas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.