Cursos de ensino a distância precisam ser credenciados

Ministério da Educação disponibiliza em seu site lista de graduações habilitadas

Victor Vieira, Estadão.edu

25 Março 2014 | 03h00

Assim como o ensino superior em sala de aula, os cursos a distância também devem ser aprovados pelo Ministério da Educação (MEC). As instituições e cursos credenciados podem ser consultados no site emec.mec.gov.br.

A legislação exige que as instituições que oferecem EAD tenham sede ou polos presenciais de apoio para atividades administrativas e pedagógicas obrigatórias, como estágios, defesas de trabalho, práticas laboratoriais e provas. Todo os cursos devem seguir os parâmetros curriculares para cada área e ter um mínimo de atividades presenciais, mas não há porcentagem definida por norma federal.

É importante que o aluno de EAD estabeleça uma rotina de estudos e tarefas. Segundo especialistas, nem todos conseguem ter bom aproveitamento. "No ensino a distância, quem precisa muito de elogios ou cobranças para seguir em frente costuma ter mais dificuldades", aponta o presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), Fredric Litto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.