Curso oferece 300 vagas para secretários municipais

O Ministério de Educação, em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), realiza, de outubro a dezembro deste ano, um curso-piloto, totalmente a distância, do Programa de Apoio aos Dirigentes Municipais de Educação (Pradime). São 300 vagas, e a condição para o secretário municipal de educação fazer este curso é ter participado do Pradime presencial. As inscrições estarão abertas de 2 a 6 de outubro.O Pradime é uma modalidade de formação continuada para capacitar os secretários municipais de educação em conteúdos de três áreas: qualidade social da educação, democratização da gestão escolar e educação e desenvolvimento, temas que não são oferecidos na graduação. Agora, no curso a distância, os secretários vão obter ou aprofundar conhecimentos sobre o conceito de política pública; dificuldades e possibilidades de planejamento da educação municipal nas dimensões pedagógica, financeira, pessoal e infra-estrutura; e o papel estratégico dos dirigentes como lideranças da educação no município. Vão participar de grupos de discussão orientados por consultores do Pradime, além de trocar experiências com colegas de outros municípios.O diretor de Projetos Educacionais da Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC), Armando Simões, informa que para participar do curso os secretários têm que observar algumas condições: ter participado do Pradime presencial, possuir computador com acesso à internet, dispor de cinco horas semanais para atividades no e-ProInfo (ambiente de aprendizagem que utiliza a tecnologia internet para cursos, pesquisas e projetos) e mais cinco horas por semana para estudo, leitura e preparação individual. O curso tem duração de 100 horas e dará certificado de participação. As inscrições devem ser feitas na página eletrônica do Pradime. A SEB informará aos secretários inscritos, por correio eletrônico, a data de início do curso.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2006 | 17h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.