Curso de Jornalismo do <i>Estado</i> inscreve a partir de 2.ª

Entre 1º de setembro e 10 de dezembro, um grupo de 30 jovens jornalistas brasileiros freqüentará, em São Paulo, o 15.º Curso Intensivo de Jornalismo Aplicado do Grupo Estado. As inscrições, para estudantes de Jornalismo matriculados no último ano ou que tenham concluído a graduação em 2001 e 2002, podem ser feitas a partir de segunda-feira até o dia 4 de julho, pelo site www.estadao.com.br/talentos.Instituído em 1990, o programa é o primeiro do gênero reconhecido como extensão universitária em Jornalismo Impresso pela Universidade de Navarra (Espanha). Durante três meses, os aprovados na seleção têm aulas pela manhã e passam o resto do dia nas diversas áreas do Grupo Estado, principalmente a redação.Universidades do exteriorNo final do curso, patrocinado por Odebrecht, Pfizer, Philip Morris e Siemens, os novos profissionais passam a integrar o Banco Estado de Talentos, colocado à disposição do mercado. A maior parte deles atua hoje em grandes empresas de comunicação.Além das 30 vagas oferecidas a brasileiros, há três postos adicionais colocados à disposição de universidades do exterior. Um deles, este ano, está reservado para um aluno do curso de Informação Internacional e Países do Sul, da Universidade Complutense de Madri.SeleçãoMais de 2.500 candidatos participam anualmente do processo de seleção para o Curso Intensivo de Jornalismo Aplicado. Vários deles procedem de outros Estados e todos vão se reunir, dia 1º de agosto, às 9h00, para a prova escrita no campus Vergueiro da Unip/Objetivo.A prova, elaborada pelos editores do Estado, tem questões de conhecimentos gerais e atualidades, e os candidatos devem redigir um texto jornalístico a partir de informações fornecidas no próprio exame.A prova seleciona 60 pré-classificados, que serão convocados para entrevistas nos dias 17 a 19 de agosto. A entrevista indica os 30 aprovados para o curso.Três blocosDividido em três blocos (informação prática, informação técnica e informação geral), o curso agrega experientes profissionais do Brasil e do Exterior.No bloco de informação prática, os novos profissionais simulam todas as etapas da produção jornalística, acompanhados por editores do Estado. Na área de informação técnica, eles têm contato com experientes profissionais da área.No bloco de informação geral, além de aulas de ética, economia, política e filosofia voltadas especificamente para o Jornalismo, recebem detalhes sobre as operações de uma grande empresa de comunicação.

Agencia Estado,

07 de maio de 2004 | 10h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.